WhatsApp (11) 972-386-054

DOR?

Agende uma consulta!

A Quiropraxia é uma técnica que traz excelentes resultados para diversas patologias. Ela usa a segura técnica de manipulação articular HVLA – High Velocity/Low Amplitude ou AVBA – Alta Velocidade/Baixa Amplitude. Especificamente nas costas, quando as vértebras ficam presas em determinado posição, limitando a amplitude de movimento do segmento, podem ser causadoras de inúmeras dores sem definição ou nomenclatura, bem como processos patológicos e degenerativos bem conhecidos como: escoliose, artrose, hérnia de disco, ciatalgia ou isquiatalgia, pontos gatilhos, entre muitas outras.

Uma avaliação cuidadosa e específica é muito importante para averiguar a necessidade de manobras quiropráxicas e a possibilidade de aplicação das mesmas. O resultado de sua aplicação correta pode ser extremamente benéfico.

A Reeducação Postural Global é uma das mais famosas técnicas de correção da postura. Uma vez que a má postura pode ser a causadora de muitos males, tais como: hérnia de disco, ciatalgia, LER/DORT, problemas esportivos, dores de cabeça, entre muitos outros. Assim sendo, A RPG pode ajudar em muitos casos e é uma ferramenta valiosa aplicada pelos Doutores da Coluna.

Nossos Fisioterapeutas tem um treinamento de altíssimo padrão em todas estas técnicas aqui descritas, incluindo a Reeducação Postural Global, para que você tenha um cuidado especial, seguro e eficiente.

Os Pontos Gatilhos enganam muitos terapeutas. Eles são locais tensos com acumulou de metabólitos, que destroem o isolamentos dos nervos, causando dores a distância que muitas vezes não tem nenhuma relação anatômica ou de trajetos nervosos. Como elas não fazem sentido para o clínico desavisado, muitos erram o diagnóstico correto. Desta forma, elas imitam dores do tipo enxaqueca, síndrome do túnel do carpo, hérnias de disco, ciatalgias, cotovelo de tenista, entre muitas outras. Eles podem ser responsáveis até mesmo por zumbidos e tonturas!

Existem muitas formas de desativar os Pontos Gatilhos – digitopressão, dry needling (agulhamento a seco) ou o laser são os mais usados atualmente e também no Doutor da Coluna.

A fáscia é um tecido altamente ignorado. Ela encapsula os músculos e fibras musculares. Assim, os músculos precisam de uma fáscia saudável para contrair ou alongar. Quando a fáscia prende ela impede o movimento natural do músculo, criando inúmeras dores e processos patológicos em decorrência disso, incluindo problemas articulares/quiropráxicos, problemas posturais e Pontos Gatilhos.

Saber tratar a fáscia é muito importante – e é um dos pontos onde todos os Doutores da Coluna precisam brilhar e cuidar de você com carinho, tanto para o tratamento quanto para a prevenção de vários problemas.

Muitas pontos dolorosos podem causar sérios danos a saúde. Entre eles estão os Pontos Gatilhos já mencionados. Além deles temos nódulos de tensão ou tender points e pontos de dor de fibromialgia. Enquanto técnicas de digitopressão e de Dry Needling ou agulhamento a seco podem ser eficientes, são também dolorosas algumas vezes. Assim, como alternativa, temos a técnica de Jones. Ela é extremamente suave e confortável, dando uma sensação de alivio e paz ao paciente que já está muito judiado com dores.

Como as dores são levadas ao cérebro através dos nervos aferentes, faz parte da gama de tratamentos do Doutor da Coluna a mobilização Neural. Doenças como a LER/DORT podem ser facilmente causadas por aprisionamento do trajeto nervoso. A falta de movimento neural também pode estar envolvido em vários problemas de dor crônica.

Assim sendo, a liberação dos tecidos nervosos é muito importante num processo reabilitativo completo e também como prevenção a dores.

As técnicas de exercícios terapêuticos são inúmeras. Incluem desde o equilíbrio, alongamento e fortalecimento tradicionais, como técnicas específicas como Yoga, Pilates, Tai Chi, Chi Kung, Dynamical Balance, Estabilização Segmentar, entre muitas outras.

Os Doutores da Coluna são treinados para escolher os melhores exercícios, específicos para cada caso e cada paciente, respeitando suas diferenças fisiológicas e imposições patológicas. Tudo isso para que você tenha uma vida saudável e livre de dores.

“Para a causa das doenças, procure na coluna vertebral”

– Hipócrates, o pai da medicina, Séc. V –

A coluna é uma região muito nobre do corpo. Por ela passa toda a informação vinda do cérebro para comandar o organismo. Por ela volta toda a informação de dor, pressão, posicionamento do corpo, etc. Por isso ela precisa ser rígida para proteger a medula, esta vasta rede de neurônios. No entanto, ela também precisa de mobilidade, para que o tronco possa se mover adequadamente, para que possa haver a respiração, para dar maior amplitude de movimento a braços, pernas e cabeça.

Deste modo, a coluna é alvo de diversos tipos de dores: musculares, articulares, ligamentares, ósseas, viscerais, somáticas, infecciosas, nervosas. A coluna também pode distribuir dores a distância. É muito comum que irradie dores para as pernas (ex: ciático e hérnia de disco) ou para os braços (ex: LER/DORT). Pode também causar problemas viscerais, principalmente através da inervação simpática e parassimpática que regula o funcionamento de órgãos e vísceras, como podemos ver na imagem abaixo.

De acordo com algumas pesquisas de Harvard, o mal posicionamento postural em flexão pode até modificar a concentração hormonal de cortisol, o hormônio do stress, predisposto a maior ansiedade. Pesquisas conduzidas por Prof. Dr. Joe Rosario, mostram também que  este posicionamento pode contribuir para a depressão.

Muitas vezes, dores de origem muscular passam sozinhas. É o caso da tensão muscular que pode ceder após uma noite bem dormida. Neste caso, os analgésicos te ajudam a não sentir dor durante este processo. Porém, a dor não é a vilã. A dor é um sistema de alarme que nos avisa que algo está errado! Precisamos ouvir este sistema e entender de onde vem o problema para resolva-lo. Silenciar o alarme com analgésicos pode ser um grande erro em casos mais sérios como hérnia de disco.

Por este breve explanação, é possível entender quão complexo pode ser uma dor nas costas e porque é necessário um atendimento de alto nível para resolver este tipo de problema. Além de uma avaliação muito cuidadosa, temos vários tipos de tratamento destas fontes de dor, com excessão de dores de origem visceral (como pedra nos rins), infecciosa (pneumonia, por exemplo) ou cancerígena. Nestes casos, é preciso o atendimento das especialidades médicas adequadas.

Vamos resolver o problema?